terça-feira, 28 de agosto de 2012

"Para Você Refletir Nº 3 - PASCOM Santa Terezinha


'Para Você Refletir' Nº 3 
"Será culpa de Deus o nosso sofrimento, 
ou é consequência das nossas escolhas?"
Padre Everaldo Araújo
Pároco - Paróquia de Santa Terezinha

sábado, 25 de agosto de 2012

"PALAVRA E VIDA" com DOM BELISÁRIO 21º DOMINGO DO TEMPO COMUM

"PALAVRA E VIDA" com DOM BELISÁRIO
21º DOMINGO DO TEMPO COMUM - 26/08/2012
EVANGELHO DE JOÃO 6,60-69
"A quem iremos, Senhor? Tu tens palavras de vida eterna. Nós cremos firmemente e reconhecemos que tu és o Santo de Deus".
Dom José Belisário da Silva 
Arcebispo de São Luís / MA

Fonte: TV NAZARÉ - CANAL 53

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

VIGÍLIA VOCACIONAL

“Saboreai e vede como é bom o Senhor” (Sl 34,9)

"Chamados à Vida Plena em Cristo!" - EVP

AS VOCAÇÕES, DOM DO AMOR DE DEUS!

O Equipe Vocacional Paroquial - EVP, finalizará o mês das vocações, mês de Agosto, com uma Vigília Vocacional voltada a todas as pessoas, inclusive os jovens, no dia 25, sábado, iniciando às 19h30, com a celebração da Santa Missa, na Comunidade Nossa Senhora da Vitória, Outeiro da Cruz.

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

"Para Você Refletir" - Nº 2 - PASCOM Santa Terezinha

"Para Você Refletir" - Nº 2 - PASCOM Santa Terezinha.
"Não deixeis a 'zoada' do mundo calar a 'voz' do teu coração!" - Pe. Everaldo Araújo - Pároco



segunda-feira, 20 de agosto de 2012

DOM JOSÉ CARLOS NA CANÇÃO NOVA

No dia 18 de agosto, a Canção Nova promoveu o “1º Dia de Louvor para Caminhoneiros”, na sede da sua comunidade, em Cachoeira Paulista (SP).
O encontro, que teve como tema “Assim, tu caminharás pela estrada dos bons e seguirás as pegadas dos justos” (Pr 2, 20), buscou proporcionar um momento de paz na vida destes profissionais que estão sempre pelas estradas. Foi um momento propício para que eles se aproximem de Deus e foi marcado por várias testemunhos de quem ganha a vida trabalhando nas estradas do Brasil.
Dom José Carlos Chacorowski, ‘nosso’ bispo auxiliar (Arquidiocese de São Luís/MA) participou deste evento, realizou a pregação da manhã e presidiu a Santa Missa.
Ouça a pregação de Dom José Carlos:
video

domingo, 19 de agosto de 2012

"PALAVRA E VIDA" com DOM BELISÁRIO

"Palavra e Vida", o Evangelho da Solenidade da Assunção de Nossa Senhora (Lucas 1, 39-56) e a reflexão com Dom José Belisário.


Fonte: TV NAZARÉ - CANAL 53

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

ASSUNÇÃO DE MARIA



Nossa Senhora da Assunção, rogai por nós!

Neste domingo, dia 19, celebraremos solenemente, o fato ocorrido na vida de Maria de Nazaré, proclamado como dogma de fé, ou seja, uma verdade doutrinal, pois tem tudo a ver com o mistério da nossa salvação. Assim definiu pelo Papa Pio XII em 1950 através da Constituição Apostólica Munificentissimus Deus: "A Imaculada Mãe de Deus, a sempre Virgem Maria, terminado o curso da vida terrestre foi assunta em corpo e alma à glória celestial."
Antes, esta celebração, tanto para a Igreja do Oriente como para o Ocidente, chamava-se "Dormição", porque foi sonho de amor. Até que se chegou ao de "Assunção de Nossa Senhora ao Céu", isto significa que o Senhor reconheceu e recompensou com antecipada glorificação todos os méritos da Mãe, principalmente alcançados em meio às aceitações e oferecimentos das dores.
Maria contava com 50 anos quando Jesus subiu ao Céu. Tinha sofrido muito: as dúvidas do seu esposo, o abandono e pobreza de Belém, o desterro do Egito, a perda prematura do Filho, a separação no princípio do ministério público de Jesus, o ódio e perseguição das autoridades, a Paixão, o Calvário, a morte do Filho e, embora tanto sofrimento, São Bernardo e São Francisco de Sales é quem nos aponta o amor pelo Filho que havia partido como motivo de sua morte. 
É probabilíssima, e hoje bastante comum, a crença de a Santíssima Virgem ter morrido antes que se realizasse a dispersão dos Apóstolos e a perseguição de Herodes Agripa, no ano 42 ou 44. Teria então uns 60 anos de idade. A tradição antiga, tanto escrita como arqueológica, localiza a sua morte no Monte Sião, na mesma casa em que seu Filho celebrara os mistérios da Eucaristia e, em seguida, tinha descido o Espírito Santo sobre os Apóstolos. 
Esta a fé universal na Igreja desde tempos remotíssimos. A Virgem Maria ressuscitou, como Jesus, pois sua alma imortal uniu-se ao corpo antes da corrupção tocar naquela carne virginal, que nunca tinha experimentado o pecado. Ressuscitou, mas não ficou na terra e sim imediatamente foi levantada ou tomada pelos anjos e colocada no palácio real da glória. Não subiu ao Céu, como fez Jesus, com a sua própria virtude e poder, mas foi erguida por graça e privilégio, que Deus lhe concedeu como a Virgem antes do parto, no parto e depois do parto, como a Mãe de Deus.

Nossa Senhora da Assunção, rogai por nós!

REZE A QUARESMA DE SÃO MIGUEL ARCANJO

A História da Quarentena de São Miguel Arcanjo  "Quem como Deus!"
A Quaresma de São Miguel Arcanjo começou com São Francisco, que era devoto do Arcanjo. São Francisco sentia o desejo de experimentar, no corpo e na alma, a Paixão de Cristo, Sua dor e também o imenso amor por se entregar ao sofrimento por nós.
No ano de 1224, o santo realizou a primeira quaresma de jejum e oração, no Monte Alverne, local deserto, distante, próprio para oração. São Francisco disse: “Para honra de Deus, da bem-aventurada Virgem Maria e de São Miguel Arcanjo, príncipe dos anjos e das almas, quero fazer aqui uma quaresma”.
No dia 17 de setembro, durante sua quaresma, enquanto estava em oração, teve a visão de um serafim, o qual logo se aproximou. Este tinha seis asas de fogo e também estava crucificado, mãos e pés estendidos e amarrados numa cruz.   
Duas asas elevavam-se por cima de sua cabeça, duas outras estavam abertas para o voo, as duas últimas cobriam-lhe o corpo. E, por meio desta visão, Francisco pôde compreender melhor o verdadeiro sentido da Paixão.
Quando chegou a Festa em honra a São Miguel Arcanjo, Francisco desceu o Monte Alverner, trazendo nos pés e nas mãos os estigmas de Jesus. Como achava-se indigno de se tornar igual a Cristo, que ficou em total jejum, no final daqueles dias bebeu água e comeu um pedaço de pão.
Importante lembrar que a quaresma pode ser realizada a partir de qualquer data do ano, sendo agosto a setembro um momento especial. Que você possa se reunir com sua família, amigos, namorado(a) para rezar pelas intenções que você traz no coração.
“Os anjos existem, são enviados pela Divina Providência, para que nos ajudem a alcançar a santidade da vida” (Jão Paulo II).
Esta quaresma deve ser rezada, diariamente, entre os dias 15 de agosto e 29 de setembro, dia da Festa de São Miguel.
Providencie um altar para São Miguel com uma imagem ou uma estampa. Todos os dias:
- Acender uma vela benta;
- Oferecer uma penitência;
- Fazer o sinal-da-cruz;
- Rezar a oração inicial;
- Rezar a ladainha de São Miguel.

DIA DO COROINHA

Hoje, 15 de agosto, Dia de São Tarcísio celebramos também o Dia do Coroinha. No dia 11 os coroinhas da Paróquia de Santa Terezinha celebraram a renovação dos compromissos e a instituição de novos coroinhas. Foi uma linda celebração, familiares e amigos dos coroinhas estavam presentes.
E hoje, parabenizamos todos os coroinhas, especialmente os da Paróquia de Santa Terezinha, que São Tarcísio os proteja e interceda sempre por eles e que Santa Terezinha e nossa Mãe Maria Santíssima os abençoe sempre.

SÃO TARCÍSIO - MÁRTIR DA EUCARISTIA E PATRONO DOS COROINHAS


SÃO TARCÍSIO
Mártir da eucaristia e patrono dos Coroinhas. Sua festa é celebrada no dia 15 de agosto.
“Ó meu Jesus, ninguém Vos tirará do meu coração!” - São Tarcísio

O testemunho corajoso do jovem mártir Tarcísio foi, e continua sendo, para nós, como que uma profissão de fé em Jesus sacramentado.
O início do ano de 245 foi marcado por um acontecimento providencial para a bela Roma: o nascimento de Tarcísio, um dos mais ilustres filhos da cidade eterna. Seus pais eram pagãos, porém cidadãos virtuosos e de grandes princípios morais. Quando Tarcisio estava com 7 anos seus pais faleceram, e o nosso pequeno órfão foi adotado por um casal vizinho, que o tratava com carinho e com muito conforto.                                                                
O santo desejo de tornar-se cristão fez de Tarcísio um catecúmeno exemplar. Nosso jovem apresentou-se ao Papa para o grande escrutínio. O Santo Padre lhe perguntou: “Amas muito a Nosso Senhor?” respondeu ele, “Sim, e não poderia viver sem amá-Lo. Foi Ele que me deu a vida e me chamou para o seio da Igreja”.

O MARTÍRIO
Nas vésperas de numerosas execuções de mártires, o Papa Sisto II não sabia como levar o Pão dos Fortes à cadeia. Foi então que o acólito Tarcísio, com cerca de 12 anos de idade, ofereceu-se dizendo estar pronto para esta piedosa tarefa. Relativamente ao perigo, Tarcísio afirmava que se sentia forte, disposto antes morrer que entregar as Sagradas Hóstias aos pagãos.
Comovido com esta coragem, o papa entregou numa caixinha de prata as Hóstias que deviam servir como conforto aos próximos mártires. Mas, passando Tarcísio pela via Ápia, uns rapazes notaram seu estranho comportamento e começaram a indagar o que trazia, já suspeitando de algum segredo dos cristãos. Ele, porém, negou-se a responder, negou terminantemente. Bateram nele e o apedrejaram. Depois de morto, revistaram-lhe o corpo, nada achando com referência ao Sacramento de Cristo. Seu corpo foi recolhido por um soldado, ocultamente cristão, que o levou às catacumbas, onde recebeu honorifica sepultura. 

sábado, 11 de agosto de 2012

'PALAVRA E VIDA' com DOM JOSÉ CARLOS

"PALAVRA E VIDA", o Evangelho do 19º Domingo do Tempo Comum e a reflexão com Dom José Carlos.


Fonte: TV NAZARÉ - CANAL 53

quinta-feira, 9 de agosto de 2012

A NOSSA HISTÓRIA NOS 400 ANOS DE EVANGELIZAÇÃO

A Igreja do Maranhão comemora, neste ano de 2012, 400 anos de anúncio do Evangelho em terras maranhenses, e nós, Paróquia de Santa Terezinha, que também fazemos parte deste momento tão especial, vamos contar um pouco da nossa história de evangelização.
Para conhecermos essa história, nós vamos conversar com vários paroquianos de todas as Comunidades da Paróquia, Matriz Santa Terezinha, Com. Nossa Senhora da Vitória, Com. Nossa Senhora da Penha, Com. Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, Com. Nossa Senhora de Fátima e Com. Santo Antônio, pessoas que vivenciaram e colaboraram com o anúncio do Evangelho.
Iniciamos com a Comunidade Nossa Senhora da Vitória, no Outeiro da Cruz. Conversamos com sr. Agnelo, “esteio” dessa Comunidade e pessoa muito querida e respeitada por todos.
Veja a seguir a conversa que tivemos com sr. Agnelo.

SEMANA NACIONAL DA FAMÍLIA 2012


Dos dias 12 a 18 de agosto, acontece em todo o Brasil, o evento promovido pela Comissão Episcopal Pastoral para Vida e Família, da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e pela Comissão Nacional da Pastoral Familiar: a “Semana Nacional da Família”.
Evento anual que hoje faz parte do calendário de, praticamente, todas as Paróquias do Brasil, a Semana Nacional da Família teve início em 1992, como resposta ao desejo de se fazer alguma coisa em defesa e promoção da família, cujos valores vêm sendo agredidos sistematicamente em nossa sociedade. Escolheu-se, para isso, a semana seguinte ao dia dos pais, no mês de agosto, por ser o mês vocacional. 
A Comissão Episcopal Pastoral para Vida e Família da CNBB e a Comissão Nacional da Pastoral Familiar lançaram o subsídio “Hora da Família”, cujo tema este ano é: “A Família: O Trabalho e a Festa”. O subsídio começou a ser editado desde a vinda do papa João Paulo II ao Brasil, em 1994, e passou a ser publicado anualmente. Atualmente está em sua 16ª edição com uma tiragem de 235 mil exemplares apenas neste ano de 2012.
O subsídio “Hora da Família” pode ser adquirido junto à Paróquia ou junto aos casais coordenadores da Pastoral Familiar.

Em nossa Paróquia (Santa Terezinha), a abertura da Semana Nacional da Família acontecerá dia 10, às 18h, no Convento das Irmãs de São José, no Filipinho. No dia 11 será a abertura arquidiocesana, haverá uma grande carreata, a concentração será na praça do Outeiro da Cruz a partir das 14h, a carreata seguirá para a Igreja Nossa Srª do Perpétuo Socorro da Cohab e às 16h30 seguirá para a Igreja Sagrada Família no Maiobão onde acontecerá a Santa Missa.

Segue a programação da semana:
10/08 - Abertura - Convento das Irmãs São José - 18h
Tema: O Segredo de Nazaré
11/08 - Carreata - Concentração na praça do Outeiro da Cruz – 14h
13/08 - Comunidade Nª Srª da Penha - Sacavém - 19h30
Tema: A Família Gera a Vida
14/08 - Comunidada Nª Srª da Vitória - Outeiro da Cruz - 19h30
Tema: A Família e a Superaçao das Dificuldades
15/08 - Comunidade Santo Antônio - Barés - 19h30
Tema: Família Geradora de uma Sociedade Justa e Fraterna
16/08 - Comunidade Nª Srª de Fátima - Redenção - 19h30
tema: O Trabalho na Família
17/08 - Comunidade Nª Srª do Perpétuo Socorro - Coroado - 19h30
Tema: O Trabalho recurso para a Família
18/08 - Missa às 18h na Com. Nª Srª da Vitória - Outeiro da Cruz,
e após a Missa haverá um Show

terça-feira, 7 de agosto de 2012

SÃO JOÃO MARIA VIANNEY - PADROEIRO DOS SACEROTES


“Pretai atenção meus filhinhos, o tesouro do cristão não está na terra, mas nos céus, por isso o nosso pensamento deve estar voltado para onde estar o nosso tesouro, esta é a mais bela profissão do homem, rezar e amar, se rezais e amais eis aí a felicidade do homem sobra a terra”. São João Maria Vianney
Com admiração, alegramo-nos com a santidade de vida do patrono de todos os vigários, conhecido por Cura D'Ars. São João Maria Vianney nasceu em Dardilly(França), no ano de 1786, e enfrentou o difícil período em que a França foi abalada pela Revolução Napoleônica. 
Camponês de mente rude, proveniente de uma família simples e bem religiosa, percebia desde de cedo sua vocação ao sacerdócio, mas antes de sua consagração, chegou a ser um desertor do exército, pois não conseguia "acertar" o passo com o seu batalhão.
Ele era um cristão íntimo de Jesus Cristo, servo de Maria e de grande vida penitencial, tanto assim que, somente graças à vida de piedade é que conseguiu chegar ao sacerdócio, porque não acompanhava intelectualmente as exigências do estudo do Latim, Filosofia e Teologia da época (curiosamente começou a ler e escrever somente com 18 anos de idade). 
João Maria Vianney, ajudado por um antigo e amigo vigário, conseguiu tornar-se sacerdote e aceitou ser pároco na pequena aldeia "pagã", chamada Ars, onde o povo era dado aos cabarés, vícios, bebedeiras, bailes, trabalhos aos domingos e blasfêmias; tanto assim que suspirou o Santo: "Neste meio, tenho medo até de me perder". Dentro da lógica da natureza vem o medo; mas da Graça, a coragem. Com o Rosário nas mãos, joelhos dobrados diante do Santíssimo, testemunho de vida, sede pela salvação de todos e enorme disponibilidade para catequizar, o santo não só atende ao povo local como também ao de fora no Sacramento da Reconciliação. Dessa forma, consumiu-se durante 40 anos por causa dos demais (chegando a permanecer 18 horas dentro de um Confessionário alimentando-se de batata e pão).
Portanto, São João Maria Vianney, que viveu até aos 73 anos, tornou-se para o povo não somente exemplo de progresso e construção de uma ferrovia – que servia para a visita dos peregrinos – mas principalmente, e antes de tudo, exemplo de santidade, de dedicação e perseverança na construção do caminho da salvação e progresso do Reino de Deus para uma multidão, pois, como padre teve tudo de homem e ao mesmo tempo tudo de Deus.
São João Maria Vianney, rogai por nós!

Homilia do Pe Antônio José Oblato - Tríduo de São João Maria Vianney



domingo, 5 de agosto de 2012

DIA DO PADRE

Parabenizamos todos os padres por este dia especial dedicado a eles. O padre é aquele que celebra a vida de Deus na vida da comunidade. Na Celebração Eucarística, ele trás Jesus para as comunidades. A Eucaristia é a razão primeira do sacerdócio. O padre alimenta seus fiéis por esse sacramento, pela sua pregação e pelo seu testemunho. Padre é o modelo por excelência de Jesus Cristo, o bom Pastor. Somos imensamente gratos por cada SIM, dado por estes servos, ao chamado de Deus.
Pedimos a Deus muitas bênçãos, proteção, sabedoria e unção do Espírito Santo sobre todos eles. 

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

FESTEJO DE NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO - COROADO


A Comunidade Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, no Coroado, realizou, nos dias 20 a 29 de julho, Novena e Festejo de sua Padroeira. Foram lindas Celebrações com a participação de todas as Comunidades da Paróquia de Santa Terezinha e demais devotos e amigos. “Caminhar com Maria é servir ao irmão em suas necessidades”, este foi o tema do Festejo, importante momento para conhecermos mais um pouco Jesus Cristo e sua Amada Mãe, mãe nossa também, exemplo de fidelidade e serviço.

“Ó Virgem Maria, Rainha de amor, Tu és a Mãe Santa do Cristo Senhor!
Nas dores e angústias, nas lutas da vida, Tu és a Mãe nossa por Deus concedida.
Perpétuo Socorro, tu és, Mãe querida! Teus filhos suplicam socorro na vida. AMÉM.”